Osteopatia auxilia no desenvolvimento do bebê no primeiro ano de vida

Técnica para tratar cárie não causa dor e preserva mais o dente
agosto 21, 2020
Impacto da Covid-19 em Chaves de implante dentário Análise abrangente do mercado, previsão de crescimento de 2020 a 2025
agosto 21, 2020

Dentista em Santos



Foto: Ascom

O primeiro ano de vida da criança é um período de intenso desenvolvimento e muitas mudanças. O acompanhamento mensal com osteopatia, durante esse período, previne e trata problemas de saúde que surgem desde o nascimento e nos primeiros anos de vida e que poderão influenciar no desenvolvimento da criança e na saúde do adulto.

“O acompanhamento com osteopatia pediátrica deve ser realizado de forma rotineira, especialmente no primeiro ano de vida da criança. Trata desde distúrbios do sono e cólicas, muitos comuns em bebês, até problemas respiratórios, refluxo, torcicolo congênito e outras situações. Além disso, a osteopatia pediátrica é fundamental para que a criança se desenvolva de forma plena e saudável, porque observa a atividade motora da criança, promove o bem estar, fortalece todo o sistema infantil e auxilia a família na percepção do ritmo e estilo próprio de crescimento de cada criança, que são características de sua individualidade”, explica Alexandre Mota, fisioterapeuta especializado em osteopatia pediátrica.

O atendimento de osteopatia pediátrica é feito com técnicas suaves, que promovem o equilíbrio dos diversos tecidos corporais. “Nosso atendimento é muito suave e lúdico, o que contribui para que o bebê se sinta seguro e relaxe. As crianças dormem ou se divertem durante o atendimento, o que favorece a nossa criação de vínculo com o bebê e permite o equilíbrio de tensões, com ênfase em diversos tecidos, como ossos, articulações, músulos e órgãos. O mais importante é que a criança se sente feliz e segura e a família percebe os resultados desde o primeiro atendimento”, completa Alexandre Mota.

Marina Teixeira levou o pequeno Ravi para o acompanhamento de osteopatia pediátrica ainda bebê, aos dois meses, porque apresentava refluxo: “Ele não conseguia mamar, porque o refluxo era muito intenso. Depois do atendimento, percebemos uma grande melhora e, com o acompanhamento, ele passou a não apresentar mais refluxo, dormiu melhor e recebemos orientação sobre as diferentes etapas do seu crescimento. Cada atendimento era uma brincadeira, um prazer pra ele. Ravi fez um ano, muito saudável e nós sabemos que a osteopatia permitiu que ele enfrentasse gripes e resfriados sem o uso de remédios. É qualidade de vida pra nós e pro nosso filho”, relata.

Quando consultar um osteopata?

Alguns sinais podem ser percebidos pelos pais para tomarem a decisão em consultar um osteopata para seu filho.

Durante o parto

  • Ausência do início espontâneo do trabalho de parto (como se ele não quisesse nascer, ou não fosse seu momento);
  • Parto longo e difícil;
  • Parto prematuro;
  • Gravidez múltipla;
  • Parto cesárea, devido à compressão do abdome pelo obstetra para baixar o bebê;
  • Utilização de ventosas ou fórceps;

No bebê

  • Dormir pouco ou mal, agitação e/ou nervosismo. Troca do dia pela noite;
  • Torcicolo congênito;
  • Plagiocefalia: “síndrome de cabeça plana”;
  • Assimetria do crânio e da face;
  • Transtornos digestivos: regurgitações (refluxo), cólicas, gases, diarréia, obstipação, vômitos sistemáticos pós mamadas e dificuldade para engolir;
  • Dificuldade de sucção na amamentação;
  • Transtornos crônicos: otites, obstrução do canal lacrimal;
  • Bebê que fica tenso, rígido sem causa aparente, ou fica sistematicamente se contorcendo;
  • Não gosta que toque a cabeça, a coluna cervical e outras partes do corpo;
  • Chora cada vez que se toca a base do crânio;
  • Problemas respiratórios: bronquite, asma, pneumonia, respiração difícil ou ruidosa;
  • Alergias e dermatites;
  • Sonolência diurna mesmo com bom sono noturno;
  • Necessidade contínua do balanço no colo para confortá-lo, ou não dorme sem isto;
  • Atraso no desenvolvimento: físico ou cognitivo.

Na criança

  • Resfriado, otite, rinites de repetição;
  • Alergias e dermatites;
  • Escoliose;
  • Assimetria a nível dos olhos;
  • Hiperatividade e déficit de atenção;
  • Problemas na dentição;
  • Osso do palato muito alto ou muito baixo;
  • Uso de aparelho ortodôntico;
  • Problemas oculares e/ou uso de óculos.

 

[email protected]

Fonte: https://cidadeverde.com/noticias/330663/osteopatia-auxilia-no-desenvolvimento-do-bebe-no-primeiro-ano-de-vida


Agende agora sua avaliação!

A Dentari Odonto Clínicas possui clinica odontologica em Santos e São Vicente e foi criada para elevar o seu conceito de qualidade e tecnologia em todas as áreas da odontologia, com destaque para implante dentário realizado em 28 dias, excelente para você que estava procurando por implante dentario em Santos ou São Vicente.

Assim como toda empresa que trilha vários caminhos para se tornar um bom negócio, temos uma boa história. Com fácil localização, conseguimos atender de maneira personalizada você que procura por dentista em Santos ou até mesmo por dentista em São Vicente. Nossa unidade de Santos, está localizada no Gonzaga e nossa clínica de São Vicente, no centro da cidade.

Antes de se tornar Dentari, a história se inicia a partir de um sonho. O sonho de mudar a vida das pessoas. O desejo de mudança, de realizações, nunca começa sozinho. Com o pensamento mútuo de conquistar o sucesso, energia, técnica, método, atendimento e tecnologia.

Nasceu então a Dentari, uma clínica odontológica de alta performance, com renomados dentistas, que alia a melhor tecnologia disponível no mercado mundial aos melhores profissionais multiespecialistas.

Com procedimentos clínicos dinâmicos, a Dentari otimiza o tempo do paciente, trazendo a solução desejada de maneira fácil e rápida. O paciente recebe o melhor atendimento com todo o conforto que a clínica oferece.

O principal resultado é a satisfação dos clientes ilustrada em sorriso.



Saiba mais:


Dentista em Santos | Dentista em São Vicente | Dentista Aparelho | Implante Dentário em Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *